Com que idade uma criança pode viajar sozinha de avião?

Você sonha em mandar seu filho explorar novas terras sozinho, mas se pergunta com que idade isso é possível de avião? Esta é uma pergunta legítima que responderemos juntos para que você possa considerar com tranquilidade esta importante etapa da vida do seu filho. Vamos descobrir juntos as regras e recomendações a seguir para uma viagem de avião segura!

Qual é a idade mínima para viajar sozinho?

Os filhos de 4 anos tem 12 anos podem viajar sozinhos de avião, desde que utilizem o serviço de acompanhante da companhia aérea. Este serviço garante que a criança seja acompanhada desde o check-in até à chegada ao destino, onde é entregue à pessoa previamente designada.

Porém, é importante ressaltar que algumas companhias aéreas permitem que crianças menores de 4 anos ou maiores de 12 anos, às vezes até 18 anos, viajem sozinhas e com acompanhamento.

Quais companhias aéreas oferecem serviços de acompanhantes?

A maioria das companhias aéreas tradicionais oferece este serviço de acompanhante, muitas vezes gratuito ou como opção dependendo da idade da criança e da rota. Por exemplo, a Air France oferece o serviço Crianças sozinhas para crianças de 4 a 17 anos em voos domésticos e de 5 a 17 anos em voos internacionais. Durante o voo, a criança senta-se numa área dedicada perto da tripulação de cabine.

Serviços de suporte para empresas de baixo custo

Por outro lado, viajar com uma companhia aérea de baixo custo pode ser mais complicado. Aqui estão alguns exemplos :

  • Na easyJet, as crianças com idade igual ou inferior a 15 anos devem estar acompanhadas.
  • Na Vueling e na Ryanair a idade mínima para viajar sozinho é de 16 anos.
  • A Volotea permite que crianças viajem sozinhas a partir dos 12 anos.
  • A Transavia é uma exceção entre as companhias aéreas low cost, oferecendo serviço de acompanhamento para crianças.

Documentos necessários para viajar sozinho

Os menores que viajam sozinhos na União Europeia ou no estrangeiro devem ter um autorização para sair do território (AST), além do documento de identidade. Este documento, reinstaurado em 2017, é imprescindível para o embarque, seja qual for o motivo da viagem.

Observe que o AST não é necessário para destinos no exterior, a menos que o voo inclua escala em um país estrangeiro.

Como funciona o serviço de suporte?

O serviço de acompanhamento oferece atendimento completo à criança durante a viagem. Aqui estão as etapas principais:

  • Check-in: A criança é cuidada no momento do check-in no aeroporto por funcionários da empresa.
  • Embarque: A criança é acompanhada até o embarque e cuidada pela tripulação de bordo.
  • Voo: Durante o voo, a criança fica sentada em uma área dedicada a menores que viajam sozinhos.
  • Chegada: À chegada, a criança é entregue à pessoa previamente designada.

Este sistema é semelhante ao serviço Júnior & Cia. da SNCF para viagens de trem.

Dicas para pais

Antes de deixar seu filho viajar sozinho, aqui vão algumas dicas:

  • Verifique as regras específicas da companhia aérea escolhida.
  • Certifique-se de que seu filho se sinta confortável com a ideia de viajar sozinho.
  • Prepare todos os documentos necessários, incluindo AST e ID.
  • Informe ao seu filho como será a viagem e quem o ajudará no caminho.

Permitir que seu filho viaje sozinho pode ser uma fonte de estresse para os pais, mas com os serviços de apoio da companhia aérea adequados e a preparação adequada, a viagem pode prosseguir com segurança. Certifique-se de compreender as regras e serviços oferecidos para que seu filho possa desfrutar da aventura com total tranquilidade.